Eliana Mota - Cerâmica como Poética


Eliana Mota é andreense e escolheu a cerâmica para fazer fluir sua poética.
Em sua primeira individual na cidade natal traz esculturas onde o respeito e admiração pelos processos clássicos conversam com a busca de novas possibilidades, fazendo da cerâmica um meio para seus questionamentos de mulher madura e que está se recriando.

É uma troca. A argila aguarda pacientemente a artista modelar espinho por espinho de cada peça e ela também a aguarda estar seca o suficiente para a queima. Tudo na cerâmica – e na vida – tem um grau de incerteza, por mais que você domine o que faz. Esta é a aventura de Eliana.

 
Criz Suzuki



Serviço:
Exposição: Eliana Mota - Cerâmica como Poética
Curadora: Criz Suzuki
Abertura: 5 de agosto de 2011 - 19horas
Visitação até 3 de setembro de 2011
Horário de visitação: segunda/sexta - 13 horas / 19horas - Sábado - 9h30 / 13 horas

Local: Livraria alpharrabio
Rua Dr. Eduardo Monteiro, 151 - (altura do nº 1000 da av. Portugal)
Santo André/SP - Tel.: (11) 4438.4358
www.alpharrabio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário